SQLite

Como fazer um CRUD com SQLite no Totalcrosss – Parte 1.

Durante essa série de post, vamos aprender como configurar, incluir, alterar, excluir e consultar os dados no SQLite com o Totalcross.

Iniciamos esse passo-a-passo no nosso 9º Webinar. Então o primeiro passo é assisti-lo e em seguida começar aqui!

O que é o SQLite

SQLite é uma biblioteca de código aberto (open source) desenvolvido na linguagem C que permite a disponibilização de um pequeno banco de dados embutido, ou seja, na própria aplicação, sem a necessidade de acesso a um SGDB separado.

Criando uma Aplicação

Passo 1 – Criando o Projeto

Aqui vamos trabalhar com projetos Maven, se você não sabe criar um projeto Maven e/ou esse é o seu primeiro exemplo com Totalcross, é melhor você dar uma olhada nesse video e no getting started primeiro.

Passo 2 – Configurando a pom.xml

Precisamos, nesse momento, configurar a pom.xml. Precisamos colocá-la para aceitar UTF-8 e configurar o totalcross e o SQLite. Para isso, devemos fazer algumas alterações.

SQLite pom

  1. Dentro de <project> devemos colocar os seguintes códigos, assim será aceito UTF-8 e apontaremos a chave de ativação:

        <properties>
<project.build.sourceEncoding>UTF-8</project.build.sourceEncoding>
<totalcross.activation_key>place holder</totalcross.activation_key>
</properties>

  1. Agora precisamos fazer com que o nosso projeto reconheça o totalcross e o SQLite, para isso basta colocar as dependencias de ambos, copiando e colando os codigos abaixo:


<dependencies>

<dependency>
<groupId>junit</groupId>
<artifactId>junit</artifactId>
<version>4.12</version>
<scope>test</scope>
</dependency>

<dependency>
<groupId>com.totalcross</groupId>
<artifactId>totalcross-sdk</artifactId>
<version>4.1.0</version>
</dependency>

</dependencies>

  1. E por ultimo, basta por os repositorios!


<repositories>
<repository>
<id>totalcross-repo</id>
<name>ip-172-31-40-140-releases</name>
<url>http://maven.totalcross.com/artifactory/repo1</url>
</repository>
</repositories>

 

No fim, sua pom.xml deve ficar dessa forma:

Passo 3 – Criando a classe SQLiteManeger

É nessa classe onde vamos fazer a conexão com o database e colocar os metódos que vamos usar na aplicação.

public class SQLiteManager {
private static SQLiteManager instance = null;
private SQLiteUtil util; //criação da variavel para fazer a conexão

private SQLiteManager() {
try {
util = new SQLiteUtil(Settings.appPath,"SQLiteExample.db"); // conectando com o banco
} catch (SQLException e) {
e.printStackTrace();
}
}

public static SQLiteManager getInstance() {
if(instance == null) {
instance = new SQLiteManager();
}
return instance;
}



E aí? Gostou? Não perca o próximo post, onde vamos criar a primeira tabela e, finalmente, chegar as primeiras letras do CRUD!!

Esse artigo foi útil?
[Total: 0 Average: 0]
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Comments

comments