CRUD

Como Fazer um CRUD com SQLite no Totalcross – Parte 2.

Durante essa série de posts, vamos aprender como configurar, incluir, alterar, excluir e consultar os dados (CRUD) no SQLite com o Totalcross.

Iniciamos esse passo-a-passo no nosso 9º Webinar  e também já temos a parte 1! Então não esqueça de conferí-los e depois voltar para cá!

Recapitulando: CRUD SQLite no TotalCross

 

CRUD é um acrónimo para Create, Read, Update e Delete, que são as quatro operações básicas utilizadas em bases de dados relacionais.

SQLite é uma biblioteca de código aberto (open source) desenvolvido na linguagem C que permite a disponibilização de um pequeno banco de dados embutido, ou seja, na própria aplicação, sem a necessidade de acesso a um SGDB separado.

Criando Uma Tabela

 

Agora vamos criar uma classe para a criação da tabela USERS:

	
       public void createUserTable() {
		
		try {
			
			Statement st = util.con().createStatement();
			st.execute("CREATE TABLE IF NOT EXISTS USERS (
				   NAME VARCHAR(50), 
				   PHONE VARCHAR(15), 
				   EMAIL VARCHAR(20), 
				   PASSWORD VARCHAR(20))
				");
			st.close();
			
		} catch (SQLException e) {
			e.printStackTrace();
		}
	}

Seu código deve ficar como esse:

Inserindo Dados

 

Agora criaremaos uma classe para a inserção de dados na tabela USERS:

 

	
        public Boolean insertUsers(User user) {
		
		Boolean success = true;
		
		try {
		
			String sql = "INSERT INTO USERS VALUES (?,?,?,?)";
			PreparedStatement st = util.con().prepareStatement(sql);
			
			st.setString(1, user.getName());
			st.setString(2, user.getPhone());
			st.setString(3, user.getMail());
			st.setString(4, user.getPassword());
			
			st.executeUpdate();
			st.close();
			
		} catch (SQLException e) {
			e.printStackTrace();
			success = false;
		}
		
		return success;
	}

 

Seu código deve ficar assim:

 

Vale lembrar que, se você quiser ver como estar o seu database, basta baixar o DB Browser para SQLite e selecionar o seu arquivo de banco de dados.



Bem, já aprendemos a criar a classe para fazer os principais chamados e agora aprendemos a inserir esses dados no nosso database. Se quiser ajuda com criação de interface, não esquece dar uma olhada nesse video!

Caso você esteja com dúvidas basta comentar aqui!

Esse artigo foi útil?
[Total: 0 Average: 0]
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Comments

comments