Smart House

Smart House: As Casas Automáticas do Futuro

Já pensou estar chegando em casa depois de um longo dia no trabalho e com um simples toque no seu Smartphone, comando de voz ou reconhecimento facial a sua casa ficar “pronta” para te receber? Controlar todas as luzes, aparelhos de som, TVs, ou até mesmo a sua lavadora! Bom acho que você já se interessou sobre o assunto e uma boa notícia esse conceito já exite! Essa é a Smart House – casas que você controla com o seu Smartphone – de qualquer canto do mundo. Só é preciso ter internet!

O que é uma Smart House e como ela funciona?

Uma Smart House, ou Casa Inteligente, é a integração de um sistema IA (Inteligência ArtificialSiri, Cortana, Alexia…) com uma casa comum que automatiza tarefas. Para assim oferecer maior praticidade e conforto ao residente. O controle sobre quase todos os recursos da casa é posto, literalmente, na palma da mão do proprietário. Ou seja, no seu Smartphone!

E ainda que utiliza energia limpa e renovável (solar e eólica)!

Creio eu que muitos de vocês já assistiram um filme ou leram uma HQ do Home de Ferro e também já ouviram falar da sua inteligência artificial auxiliar, o J.A.R.V.I.S. Então do mesmo modo que o JARVIS auxilia o Tony em suas atividades a IA auxiliaria o morador. Com comandos de voz dirigidos a esse assistente é possível pedir atividades como pedir para que ele envie o caminho de seus compromissos para o seu Smartphone ou mostre uma receita de torta ou até mesmo para que ele aumente ou diminua a intensidade da luz, temperatura. Travas elétricas ou biométricas, câmeras de segurança ou alarmes também podem ser controladas pela mesma interface.

Qualquer um pode ter uma Casa Inteligente?

Sim, vou explicar dois modos de “obter” uma Casa Inteligente.

  1. Você pode projetar sua casa juntamente de especialistas e assim ter um controle maior sobre o custo benefício, energia necessária e todos os processos de estruturação.
  2. Você pode comprar aparelhos que automatizam sua casa, como: Lâmpadas controladas por Wifi, Smart TVs, entre outros aparelhos que possam ser conectados/integrados aos sistemas auxiliares.

Essa segunda opção pode até ser uma boa para quem que automatizar uma ou algumas funções de sua casa. Porém para uma experiência completa a primeira opção é mais válida. Construir uma casa dessas do zero é mais viável do que “atualizar” uma casa já pronta.

Já é possível encontrar muitos desses aparelhos que praticamente transformam a sua casa em uma Smart House. Como o Nvidia Shield TV, Chromecast ou Apple TV. Estes dispositivos transformam a sua TV em uma Smart. Há também sistemas que controlam (online) travas, alarmes e câmeras de segurança.

Exemplo recente: a Google está desenvolvendo o Smart Display que é uma interface que integrada a outros de seus sistemas que proporciona uma interação mais imersiva com o usuário, pois hoje em dia encontramos mais sistemas ativados por comando de voz.

Se ter uma Smart House é tão perfeito por que ao andar em uma rua qualquer eu não encontro uma?

Bom, mesmo que essas casas resolvam vários problemas ainda há alguns pendentes. Um deles é o Custo Benefício. Para desenvolver uma casa dessas é necessário um grande valor monetário, já que por exemplo não se encontram painéis solares baratos ou grupos de desenvolvedores para os Sistemas Operacionais diferentes existentes e que não saiam tão caros para manter.



Ficou com vontade de ter uma Smart House? Que função você gostaria de ter em sua casa? Conte para nós nos comentários!

Esse artigo foi útil?
[Total: 0 Average: 0]
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

Comments

comments